EDEN - Márcio P. Musatto

12:38

ÉDEN
Márcio P. Musatto
ISBN:     8581742637
Editora: QUATRILHO EDITORIAL
Edição: 1

SINOPSE
E se de repente, ao olhar para cima, avistássemos enormes naves tomando conta dos céus? E se uma raça quase tão antiga quanto o universo e muito mais avançada tecnologicamente nos obrigasse a deixar o planeta Terra? E se fossemos obrigados a mudar radicalmente nosso modo de vida, em um planeta diferente, uma sociedade diferente, com seres humanos diferentes? Éden é uma história fantástica, onde a raça humana se vê no limiar de sua existência, frente a uma civilização superior em todos os sentidos. Aris é um garoto que se vê obrigado a deixar o planeta Terra rumo a um transformado e colonizado planeta Marte e que cresce em meio a acontecimentos colossais que mudam completamente o futuro da raça humana.

O AUTOR
Márcio P. Mussatto é natural de Vila Segredo, em Ipê, mas reside em Caxias há 29 anos. Aos 48 anos de idade e seis anos de trabalho como escritor, lança seu segundo livro. Após o lançamento de Anko (2014), Éden foi produzido em seis meses, com média de mil palavras diárias.

RESENHA
Sempre que pensamos em ficção científica, lembramos de vários livros que marcaram épocas e gerações. O Guia do Mochileiro das Galáxias - Douglas Adams (1979), O Jogo do Exterminador - Orson Scott Card (1985), Fahrenheit 451 - Ray Bradbury (1986), Neuromancer - William Gibson (1986), Júlio Verne Isaac Asimov, H. G. Wells, e ainda poderia acrescentar Perry Rhodan, título de uma série de livros de ficção científica do gênero Space Opera, publicada desde 1961 na Alemanha. No Brasil por volta de 1966 e foi reeditada em 1975 - Ediouro. É a serie mais numerosa e mais vendida até hoje.
Em meio a tantos grandes nomes, o autor Márcio Musatto nos apresenta uma nova ideia sobre o espaço e os extra-terrestres. Com muita criatividade, aborda a possibilidade de termos sido criados por aliens e, modificados geneticamente, recebemos um gene agressivo, o que acabou fazendo com que fossemos destruidores de outras espécies.
A forma como o escritor colocou a situação da extinção de vários animais, a poluição fora de controle de rios e mares, levaram a Terra a um colapso. A colonização de Marte a fim de a Terra ser salva, e como foi feita a separação pelos aliens daqueles que permaneceriam e dos que seriam agraciados com uma Terra despoluída e repovoada com espécies extintas, em um primeiro momento desafia o leitor a se perguntar em qual dos dois lados se encontraria.
A aventura do protagonista Aris, desde a chegada dos aliens, até a aventura na qual sua vida se transforma, quando precisa reencontrar o pai, faz com que simpatizemos com ele. Afinal, não temos ideia de como a transferência da família dele afetará sua vida, nem como ele se comportará com tantas mudanças.
Os pontos de virada são bem trabalhados. Porém, como é o primeiro livro do autor, desconsiderei a forma da narrativa nas descrições, que, certamente, por tentar apresentar a formação de um novo mundo pelos aliens, a tecnologia utilizada por eles, e a colonização pelos ex-terrestres, ficaram extensas, criando um pouco de monotonia na leitura.
O final é uma grande porta aberta. O autor oferece a possibilidade de uma continuação, que seria bem-vinda.

Publicações que possam lhe interessar

0 comentários