QUAL A VERDADEIRA IMAGEM DO ESCRITOR MODERNO?

17:10

Texto do Marcelo Oliveira




Essa questão sempre me intrigou. Quando penso em escritor, fico imaginando as mil e uma formas do fazer literário. Uma mesa em uma sala fechada, com pouca iluminação, uma luz sobre o teclado, os olhos ardendo por causa do brilho do monitor. Ou seria uma máquina de escrever, antiga e surrada, com as letras gastas nas teclas que batem contra a folha de papel e os dedos frenéticos buscando por palavras adequadas, o suor na testa, talvez um cigarro, ou um copo de Whisky, quem sabe um vinho. Talvez nada disso.
Sempre é possível romantizar uma imagem e torná-la sólida na mente.
É certo que vemos muitos escritores celebridades. Começam com um blog, ou histórias do universo das fan-fics, publicadas em sites específicos que acabam com milhares de seguidores e fãs ferrenhos.
E o que dizer daqueles autores que não conseguem o minuto de paz para colocarem no papel aquilo que arranha a alma, ou por não possuirem um espaço adequado, ou por terem responsabilidades maiores e que, mesmo com toda a dificuldade, escrevem escutando a conversa initerrupta dos membros da família, pausam o tempo todo para atenderem telefonemas, responderem questionamentos de maridos e esposas, mães que moram em suas casas e também, pela idade avançada, necessitam de atenção? Eles deixariam de serem escritores? Seriam menos escritores/autores que os outros?
Marcelo Oliveira abre outras possibilidades sobre a figura do autor brasileiro.
Como ele mesmo diz: "Escritores não são astros ou pelo menos não deveriam ser. Escrever é mais intimista, mais introspectivo do que se pode imaginar a vã consciência pop."
Para quem gosta de assuntos polêmicos, vale à pena visitar o site http://www.vidadeescritor.com.br/
Para conhecer mais o Marcelo, é só buscá-lo em seu perfil no Facebook https://www.facebook.com/marcelo.oliveira.ucm?fref=ts

Publicações que possam lhe interessar

0 comentários